20 junho 2006

Morangos com Açucar vs O Diário de Sofia vs Floribela.

Photobucket - Video and Image Hosting

As séries televisivas sobre adolescentes sempre estiveram condenadas ao sucesso. É fácil observar isso nas televisões estrangeiras, nas séries importadas para as televisões nacionais, e até, numa série feita pela RTP1 há muitos anos atrás (da qual infelizmente já não me lembro do nome).

Essa série era apresentada ao Sábado depois de almoço e reunia actores como Alexandra Lencastre e Rogério Samora. Na altura parecia ter lançado muitos actores adolescentes, pois o destaque incidia sobre eles e sobre a vida à volta de um liceu de Lisboa. Infelizmente, tal não veio a acontecer...

Actualmente, as televisões nacionais têm produções próprias e até concorrentes. Depois da SIC ter importado New Wave e Malhação, alguém na TVI se inspirou e criou os “Morangos com Açúcar”. O sucesso óbvio foi surpreendente e a série descolou da inspiração inicial para uma entidade muito própria, que a leva já na sua 4.ª edição. Acutilados pelo sucesso e pela necessidade de combater as audiências explosivas da TVI, a SIC importou o conceito espanhol de Floribela e a RTP2 criou o original Diário de Sofia.

Comecemos pelos “Morangos com Açúcar”. Até há 2 meses atrás desconhecia este fenómeno; hoje estou totalmente apaixonado! Acho a série interessantíssima; muito bem feita; bem pensada; conteúdos bem escolhidos; desempenho profissional, quer dos actores, quer da equipa de produção.
A vivência adolescente é ali retractada com uma intensidade à flor da pele e na 1.ª pessoa. Por momentos revejo os vários estereótipos de colegas que tive na escola e revejo-me numa das personagens (Afonso).
A imagem que se dá dos professores e da escola é a desejada; é a que Portugal precisa; é o exemplo a seguir. Mas dos alunos também! Sempre me bati pela valorização do desporto, de actividades, da música, da cultura; sempre sem descurar o desempenho profissional.
Há que contrariar a tendência cada vez maior de termos os adolescentes dia e noite agarrados a computadores, fechados em casa, fechados em cafés longe da luz do dia e debaixo de fumo, e só saírem à noite para frequentarem discotecas até de madrugada. Já para não falar do insucesso escolar a todos os níveis... Há que estimular o convívio e a socialização; há que estimular a nossa multidisciplinaridade.
É disso que retratam os Morangos com Açúcar sob uma capa de sucesso e felicidade das suas personagens. Divertem-se muito, praticam desporto, dedicam-se a inúmeras actividades, vivem a música, a dança, as paixões e o amor de forma muito intensa; mas também estudam e passam de ano!
Sucesso e felicidade, no fundo, o desejo de qualquer um! Isto torna-os desejáveis... pelos amigos, pela família, pelos professores... e consequentemente pela sociedade em geral. É esta a mensagem que Portugal precisa de ler e acreditar.
Para além disso, a produção da TVI tem sido irrepreensível e tem sabido acreditar no sucesso e nas suas potencialidades. O sucesso das bandas saídas da série é uma realidade do mundo musical (D’ZRT – é impressionante ver dançar Zé Milho e Tópê; FF – voz poderosa que merece mais do que comercializar-se; e 4TASTE – som rock poderoso com uma voz de presença forte, estou à espera do disco).
A banda sonora da série é muito bem escolhida (Anjos – a vida fica-me bem; Blister – day by day; Blind Zero – Shine On; Estado de Espírito – a vida que eu sempre quis; Soultast – more than what you see) e a série de verão promete continuar a surpreender neste campo (o genérico dos D’ZRT é muito bom e o tema dos 4TASTE é excelente).
O aproveitamento do downtown de Lisboa foi uma ideia sensacional e o espectáculo no Coliseu de Lisboa demonstra claramente a magnitude e a dimensão deste fenómeno. Fiquei espantado com a capacidade dos jovens actores: actuaram ao vivo; declamaram, improvisaram, dançaram e cantaram. É claro que os D’ZRT deram uma cor especial ao espectáculo, sem a qual teria sido só 4 *! Adorei os actos inspirados nos STOMP e a inclusão de ritmos africanos no meio dos temas. O resultado foi excepcional! Surpreenderam-me pela qualidade os actores e a produção, por ter colocado a fasquia tão alta. Brilhante! Foi um passo enorme na realização de uma série televisiva (mais um bom exemplo de gestão global).

Passando para o Diário de Sofia. É uma série com outro propósito, para além da produção não ter dotações de recursos comparáveis aos da TVI. Incide sobre os dilemas da adolescência, o que lhe retira a alegria contagiante e capaz de grandes audiências, bem patente nos Morangos com Açúcar. Não deixa de ser uma série interessante, com bons actores (Ricardo Carriço, Ana Padrão, Marta Gil). Passa uma imagem retrógrada da escola, retratando os preconceitos pelos quais a Directora (personagem que mais parece saída de uma peça de teatro da 1.ª metade do Séc. XX) se rege no desempenho das suas funções: as aparências parecem ser a chave de tudo. Interessantes os monólogos das personagens, dando voz à sua própria consciência. Dispensavam-se aquelas perguntas acompanhadas dos números de telefone...

Sobre Floribela nada posso dizer, para além de me causar uma profunda alergia... Não posso comentar o que não sei, porque não vi (nem vou ver) tempo suficiente para saber mais. Mesmo assim arrisco dizer que não passa de uma parolada, possivelmente importada de Espanha. A música é uma pimbalhada de terrível mau gosto; um conjunto de gritos de mão-na-anca, acompanhados por sintetizador de terceira categoria, que dão ao todo não musical uma sonoridade tipo rádio a pilhas a captar onda média. Não aconselho!

Sérgio

14 comentários:

Anónimo disse...

eheheheh...este morango é mesmo apetecível!!

Já os Morangos com açucar embora sejam bons prefiro-os ao natural...

O diário de sofia, li-o quando era teenager e adorei (vi 1 ou 2 vezes a série e sinceramente prefiro o livro.)

A Floribela nunca vi....mas o nome soa-me mal.

Venham lá os morangos sem açucar que eu quero é comer...!:):)

Beijinhos
Rosa

CARMO disse...

Nisso estou de acordo contigo: gosto mais de morangos ao natural do que com açucar (ao natural é sempre melhor!).
Não sabia que a série era baseada no livro... obrigado pela dica.
Beijinhos!

Anónimo disse...

Acho que meti água...o livro que li foi o "Mundo de Sofia", Quando vi por 2 vezes a série pareceu-me ser o livro, mas já não tenho a certeza, até porque há um livro com o nome da própria série, mas que não tem tantos anos como o outro!Será este último livro ou a série uma adaptação?!Não sei...
Beijinhos
Rosa

shades of emptyness disse...

a serie da RTP que querias dizer eram o s riscos, eu adorava essa serie, do melhor em portugues sem sombra de duvidas!
mas mm assim ainda lançou alguns actores, como aquela do anjo selvagem, e outros quantos que tiveram menos sorte...mas que mm assim, ainda tem trabalho, sim pk isto de ser actor e tramado. a qualidade ja n interessa, basta ter uma carinha jeitosa, um corpo definido e pronto vais pos morangos, apartir dai participas em todas as series e novelas da tvi, e com mais uns quantos actores da TVI fazes uma peça e chamam.te actor!


e isto! triste mas e vrd...morangos(so quando n ha mm NADA pa fazer), Floribela(NOJO NOJO NOJO) e diario de Sofia(isso ainda existe???pensei k ja tinha proibido isso...)

**************

CARMO disse...

Olá Joaninha!

O que referes em relação aos actores não deixa de ser verdade... no entanto, e em relação aos Morangos com Açucar, o resultado em termos qualitativos é bom... não são os melhores actores do mundo, mas para o efeito servem bem.
O resto do percurso por telenovelas e teatro desconheço... mas esta-se mesmo a ver que funciona como uma rampa de lançamento. E como a vida está difícil para todos, acabam por abandonar a série logo que têm um convite melhor... o que vai contra a ideologia da arte...

Obrigado por me lembrares o nome da série: OS RISCOS!!! Adorava aquilo! Era fantástico! Como é que te lembras?! Devias ser muito novinha?! Ou então viste em reposição...

Beijinhos!

Joaninha, sem login:p disse...

n foi em reposição...eu via mm quando aquilo passou pela primeira vez, andava na 4 classe, lembro.me perfeitamente...era a Rita, a Maria João...etc! andava na 4 classe,foi a 8 anos ou 9...:P


********

CARMO disse...

Joaninha, então foi mesmo reposição... ehehe!

shades of emptyness disse...

n me enganei, foi mm em 97! 9 anos atras http://www.imdb.com/title/tt0118449/

:)

******

CARMO disse...

OK, tens razão... estou mesmo caduco de todo... a ideia que tinha é que esta serie tinha dado aí há uns 15 anos ou mais... ia jurar que nem na faculdade eu andava ainda... tipo 87, ou 88.
A PDI não perdoa!
Beijinhos e mais uma vez obrigado, Joaninha!

Anónimo disse...

Floribela

Queria que viesses actuar a silvares

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
karina_hugo disse...

ois...

paxei por aki para t konvidar a paxares nu meu blog...

e deixares um rekadinho...

kisskiss

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o Sérgio! Os morangos é uma série de grande qualidade com actores principiantes que desmonstram grande vocação para representarem! Mas acho que os temas que abordam são mto tocados! O que eu quero dizer é que repetem em quase todas as séries os mesmos assuntos! Embora goste mto das novas modalidades de desportos que eles representam em todas as séries que eu própria não conhecia! E mostram como é bom saír, estar com os amigos, estudar... Mas acho que algumas coisas são demasiado fantasia... Tipo deviam mostrar mais as tipícas indecisões dos adolescentes! Axo que o diário da Sofia já é mais realista no que toca a isso! Não gosto da série mas os livros são FANTÁSTICOS! Tem diversas lições de moral e muita aventura! Aconselho a lerem!!! A Floribella... É uma "podridão" de série!! Desculpem se vos firo o coração com este comentário... Mas eu não gosto da série! Não é que a história seje má mas... Não me desperta a atenção!!!

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.