07 junho 2006

Billy Preston: 1946-2006.

Faleceu ontem Billy Preston. Se este nome a muitas pessoas nada dirá, a muitas mais tem muito que se lhe diga (http://www.billypreston.net/)...

Possuidor de uma voz tão quente e envolvente, quanto agreste e poderosa nos tons altos, Billy Preston destacou-se inicialmente no Gospel e mais tarde como teclista e compositor pop-rock.

Nascido a 9 de Setembro de 1946, em Houston no Texas, Billy Preston desenvolveu uma carreira musical tão notável quanto única. Considerado por muitos como o quinto Beatle pela forma como marcou a sua participação no álbum de 1970 da banda de Liverpool, "Let It Be"; e pelas participações em "I Want You (She's So Heavy)" (recreado mais recentemente pelos Groove Collective) e "Something", do disco "Abbey Road" (1969).

Preston também teve no currículo passagens com os Rolling Stones, nos álbuns "Sticky Fingers", "Exile on Main Street", "Goat Head Soup", "It's Only Rock and Roll" e "Black and Blue". Participou ainda em várias tournées até 1977. Posteriormente colaborou em produções individuais de Mick Jaegger e Keith Richard, e ainda no álbum "Bridges to Babylon", de 1997.

Em 1990 faz uma tournée com Eric Clapton. Ao longo da sua vida colaborou também com outros artistas como Ray Charles, Neil Diamond, Steve Winwood, Aretha Franklin, B.B. King, Jackson Five, Bob Dylan, Quincy Jones, Sam Cooke, Sammy Davis Jr., Red Hot Chili Peppers e Sly Stone, entre outros...

A solo chegou a gravar 18 discos entre 1965 e 1995. Destes registos destaque especial para “The Way I Am”, o meu tema favorito que dá nome ao álbum de 1981; e para “Heroes” (tema original de David Bowie), incluído no trabalho de 1995, e que parecia ter relançado a sua carreira musical para o estrelato, tal a energia e ritmo emanados pela interpretação e bem patentes na actuação no Festival Musical de “La Toja”, do país de nuestros hermanos.

Em 1973 obteve um Grammy na categoria melhor álbum instrumental, por "Outta Space". Outros de seus sucessos foram "Will It Go Round in Circles", "Nothing from Nothing" e "With You I'm Born Again", em um dueto com a compositora e cantora Syretta Wright. É também autor do êxito de Joe Cocker "You Are So Beautiful". Curioso ainda o facto de Miles Davis ter composto um tema, que intitulou Billy Preston, em homenagem ao músico.

Billy Preston faleceu ontem, 6 de Junho de 2006 (47.º aniversário do Dia D), vítima de doença renal prolongada, aos 59 anos. Depois de um transplante renal mal sucedido em 2002, o músico compositor tinha de ser submetido a diálises frequentes; estava em coma desde Novembro de 2005.

Até sempre, e obrigado Billy Preston...

Sérgio

1 comentário:

rosa disse...

Apesar de quase nada saber dele, não sabia que ele era o autor do tal êxito do Joe Cocker, de quem eu gosto muito de ouvir!