08 junho 2006

Melanie C


...morreu uma estrela e quantas outras nasceram entretanto?...

Melanie C é um dos nomes que num passado recente saltou para a ribalta da cena pop. Não conheço muito da sua música; apenas dois temas. Embora reconheça que tem uma excelente voz, não consigo gostar dos temas que ouvi...

Na minha opinião tratam-se de temas lamechas, de musicalidade anónima, de tons esbatidos e amorfos, em que a excelente voz surge abafada por uma monocordicalidade contrastante com as grande capacidades da interprete. Chega a dar-me náuseas a falta de vida do todo musical. Cinzento... é talvez a minha melhor definição.

Mas concerteza que não fiz um post para dizer mal da música de Melanie C... Esta era a minha opinião até ter visto a actuação da mesma nos Globos de Ouro da SIC. Aí sim... ao vivo, acompanhada por uma orquestra sinfónica notável (o que não facilita o trabalho de interpretação), Melanie C soltou os cães amarrados às suas cordas vocais até aquela hora e não se inibiu de fazer diversas nuances vocais, sem qualquer limitação do seu enorme poder vocal. Gostei! Sinceramente gostei! O tema perdeu a lamechice, ganhou agressividade, ganhou vida e arrepiou-me... Fiquei deslumbrado, pela melodia e envolvência, pela garra, pela cor... ali houve sentimentos, sangue a correr nas veias... Tivemos música em vez de musiquinha... Parabéns!

É pena que muitas outras vozes se rendam, ou tenham de se render, à comercialidade para vencer... de momento lembro-me de Anastasia: já imaginaram aquele vozeirão a cantar jazz ou blues? Lembro-me de Kylie Minogue, que só se revelou em dueto com Nick Cave. Mas nem só as mulheres sofrem desta dificuldade. Outros tantos como George Michael demoraram anos para mostrarem o seu pleno potencial; muitos deles nunca abandonaram a comercialidade, quer por interesse monetário, quer por pobreza de espírito.

Tão ou mais injusto o mundo da música é para todos aqueles que têm carreiras deslumbrantes e influenciaram profundamente o mundo da música, sem nunca terem notoriedade reconhecida: Billy Preston; Andrew LLoyd Weber; Clifford T. Ward, Alan Price, John Williams, Tim Rice... seria uma lista infindável de homens e mulheres que estão (ou estiveram) por detrás do panoráma musical... até Carlos Paredes!

É pena!

Sérgio


6 comentários:

bluepaul disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
rute marques disse...

tu gostaste foi do vestido verde que ela trazia nos globos de ouro...

CARMO disse...

rute, honestamente tinha gostado mais se ela não tivesse o vestido verde...

Melanie C disse...

Ho my god!!
next time i will go naked !!
Sergio fell free to call me any time +4435122222

CARMO disse...

Melanie, you know where I live for long time... Why should I suggest that?...
1000 kisses!

nikonman disse...

Obrigado pela visita e comentários na Praça. Deixei-te lá uma resposta! :-)