08 fevereiro 2006

Liberdade de Expressão, Munique e Cartoons...


Esta semana fui ver um dos filmes do momento: Munique.
Não tenho dúvida de se tratar de um excelente filme, embora me pareça um exagera a quantidade de nomeações para Óscares que acumulou... percebo muito pouco de cinema... no entanto, é perceptível uma excelente interpretação de Eric Bana, Geoffrey Rush, Michael Londsdale e Mathieu Amalric. Incrível ainda o enquadramento à época filmado em Roma, Paris e Atenas: o cuidado na escolha dos automóveis e do guarda-roupa merece nota máxima.
Quanto à história em si... pois... a minha ignorância não me permite avaliar ou sequer compreender os caminhos tortuosos do terrorismo religioso: israelitas, palestinianos e judeus... É sempre bom ficar a perceber um pouquinho mais, mas continuo ignorante e o fanatismo religioso mantêm-se incompreensível na minha mente.

Nesta mesma semana que tanto se tem falado sobre os cartoons dinamarqueses, sinto-me mesmo ignorante por não perceber o cerne da questão. Mas alguém viu Alá, Maomé ou Jesus Cristo? Tem a certeza absoluta que ele existe? E sabem como ele é? E garantem que disse aquele conjunto infindável de palavras, que supostamente devem representar valores de comportamento? É que eu não...

Entendo que a liberdade de expressão deve ser garantida. Entendo também que a nossa liberdade termina onde começa a dos outros... este é um dilema difícil de gerir... é o fio da navalha! Resta acrescentar, que quem não pensa como nós, pode ter opiniões diferentes sobre os factos, que para nós sendo importantes e para essas pessoas não, não necessariamente essas opiniões pretendem ofender, minimizar ou humilhar-nos. A isso chama-se liberdade de expressão. Opinião, cada um tem direito à sua e o dever de igualmente respeitar a dos outros. “Feitas as contas, fico com a minha e tu com a tua, e ambos vamos felizes para casa”.

Para desanuviar, deixo-vos 3 links sobre este assunto, que me parecem bem elucidativos sobre a temática religião/cartoons:

Da “Encandescente” (como não poderia deixar de ser)

http://eroticidades.blogspot.com/2006/02/propsito-de-deuses-cartoons-e.html

http://eroticidades.blogspot.com/2006/02/were-fucked.html

E do “Casado” (divinal este blog)

http://vidadecasado.blogspot.com/2006/02/curtas-da-vida-de-casado.html


Sérgio

3 comentários:

rn disse...

Também vi este filme esta semana e gostei, embora não o considere assim tão bom, mas vale a pena ver!
Infelizmente não existe fanatismo só pela religião...Deviamo-nos respeitar todos acima de tudo, apesar das diferenças culturais, etc.
Quanto aos blogs para desanuviar, são excelentes!

diacono remedios disse...

Isto é uma heresiazeze... não se põe em causa o que Deusze dissezeze...

Carlos disse...

De facto, para desanuviar, não há nada como ler a Encandescente.