14 fevereiro 2006

Afinidade.

“Afinidade é um dos poucos sentimentos que resistem ao tempo e ao depois.
A afinidade não é o mais brilhante, mas o mais subtil, delicado e penetrante dos sentimentos.
É o mais independente também.
Não importa o tempo, a ausência, os adiamentos, as distâncias, as impossibilidades.
Ter afinidade é muito raro.
Mas quando existe não precisa de códigos verbais para se manifestar.
Existe antes do conhecimento, irradia durante e permanece depois que as pessoas deixaram de estar juntas.
Afinidade é ficar longe pensando parecido a respeito dos mesmos factos que impressionam, comovem ou mobilizam.
É ficar conversando sem trocar palavras, é receber o que vem do outro com aceitação anterior ao entendimento.
Não é sentir nem sentir contra...
Nem sentir para...
Nem sentir por....
Nem sentir pelo.
Afinidade é sentir com.
Sentir com é não ter necessidade de explicar o que está sentindo.
É olhar e perceber.
É mais calar do que falar, ou, quando falar, jamais explicar: apenas afirmar.
Afinidade é ter perdas semelhantes e iguais esperanças.
É conversar no silêncio, tanto nas possibilidades exercidas quanto das impossibilidades vividas.”

Scarpelli



Apreendi este "termo" com a minha ex-mulher e foi a base do inicio do nosso relacionamento. Parece-me que este texto define o sentimento de forma perfeita e sem igual... pelo menos que eu conheça.

Sérgio
P.S.: fotografo desconhecido.

4 comentários:

darth vader disse...

How do you translate that in English, please?

rn disse...

Conheço....bonito!

A afininidade é muito dificil de encontrar nos dias de hoje, mas quando encontrada fica para sempre.

....Só entra em relação rica e saudável com o outro, quem aceita para poder questionar. Quem aceita para poder questionar,não nega ao outro a possibilidade de ser o que é, como é, da maneira que é. E, aceitando-o, aí sim, pode questionar, até duramente, se for o caso.
Isso é afinidade.
...

A base de um relacionamento...

Anónimo disse...

lindo S lindo mesmo !!
thanks estava mesmo a precisar de ler isto.
mt

Lover disse...

ADOREI ;) nada mais acrescento...afinal o silêncio é diamante nas afinidades!