05 setembro 2006

Loucas são as noites...

...não só as que passo sem dormir, como estas com temperaturas mais apropriadas para ir para a praia.


Depois de ontem ter desligado a máquina de barbear que ficou a carregar durante a noite, e de manhã de nada me lembrar... se calhar sou sonâmbulo e não sabia... hoje acordei virado ao contrário! Durante a noite fiz um 180... impressionante!

Mas pelo menos tenho dormido que nem uma pedra... bem é preciso para quem acaba sempre por dormir... “depressinha”...


Sérgio

P.S.: fotografia retirada de www.webshots.com.

9 comentários:

Anónimo disse...

"rapidinhas" até a dormir ?
hehehhe

CARMO disse...

ei, não vale... lançar boatos destes e ainda por cima não assinar, é muito mau...
não sei se consigo superar esta difamação...

CarpeDiemBeHappy disse...

Uns a dormir que nem uma pedra e depressinha, outros a dormir mal e à espera que o tempo pare ali...Uma volta de 180º?!O que é que estava nos teus pés?:)

**************************
Mais um dia que acaba
e a cidade parece dormir,
da janela vejo a luz que bate no chão
e penso em te possuir.
Noite após noite, há já muito tempo,
saio sem saber para onde vou,
chamo por ti, na sombra das ruas,
mas só a lua sabe quem eu sou.
Lua, lua,
eu quero ver o teu brilhar,
lua, lua, lua,
Eu quero ver o teu sorrir.

Leva-me contigo,
mostra-me onde estás,
é que o pior castigo
é viver assim, sem luz nem paz,
sozinho com o peso do caminho
que se fez para trás...
Lua, eu quero ver o teu brilhar,
no luar, no luar.

Homens de chapéu e cigarros compridos
vagueiam pelas ruas com olhares cheios de nada,
mulheres meio despidas encostadas à parede
fazem-me sinais que finjo não entender.
Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites.
Os bares estão fechados já não há onde beber,
este silêncio escuro não me deixa adormecer.
Loucas são as noites.

Refrão

Não há saudade sem regresso, não há noites sem
madrugada,
Ouço ao longe as guitarras, nas quais vou partir,
na névoa construo a minha estrada.

Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites.
Loucas são as noites, que passo sem dormir,
loucas são as noites...


Beijinhos

CARMO disse...

Rosita, onde é que tu queres que o tempo pare?! Deve ser mesmo muito bom... ehehehe!

Carla disse...

Bela foto:)Deves ter tido um sonho atribulado!! hehehe, Beijinhos

Anónimo disse...

Seu maluco a dar cambalhotas a dormir???A malta já sabe q adoras desporto...mas não abuses...ehehehehehe
Ainda por cima é sonâmbulo...tu cuida.te!!!
Cristina

Trouble disse...

Eu sei o remédio para dormires como uma pedra, "depressinha" e acoradares a sorrir com a vida... e se, conforme texto deste blog, a paixão está no ar... que esperas tu.... acordar com o nascer do sol com que nos premias-te no outro dia?!

C.A.R.L.O.T.A. disse...

tb tenhoi dormindo k nem uma pedra ...ahah

amazing disse...

Não sintas remorsos.
Nesta sociedade, infelizmente, por uns pagam os outros.
E há tanta aldrabice que já nem sei que te diga.
Seria mesmo verdade?