20 outubro 2008

Olha para o que eu sinto, não olhes para o que eu faço!

Desde sempre que afirmo que qualquer animal, se criado e bem tratado por nós, se tornará um dos nossos melhores amigos. Os cães são a prova disso: já conheci rotweillers, doberman e pitbulls melosos e lamechas, assim como caniches raivosos e ferozes.


Este video mostra o quanto é verdade o que desde sempre foi minha opinião.

Photobucket

O Templo do Tigre, na Tailândia, é outro exemplo de como um animal dito selvagem, se pode tornar um dócil amigo. Qualquer turista que visite este templo vê como os tigres convivem com os monges, além de puder, ao vivo a cores, abraçar e rebolar com um ou mais tigres adultos.

Photobucket

Isto leva-me para algo que ouvi uma vez, e a frase não seria propriamente esta, mas algo parecido: "Nós esquecemos tudo. Tudo o que nos dizem. Tudo o que fazem por nós, mesmo que por vezes esse implique actos de risco e coragem para outrém. Nós nunca esquecemos, o que nos fizeram sentir.".

Photobucket

Parece-me que esta frase é extensível também aos animais. Aliás, não gosto de definir a espécie "Homem" como ser humano. Ao longo da história, o Homem demonstra sistematicamente falta de qualidades humanas, que pelo contrário, os ditos "animais" apresentam intactas.

Photobucket

Neste contexto, estou a ler um livro que me está a agradar especialmente: "A Sabedoria dos Lobos". O lobo mantêm uma relação de coabitação com o Homem desde sempre... Serão poucos os animais que colheram uma tão grande admiração e veneração por parte do Homem. O lobo ofereceu-nos o cão: o melhor amigo do Homem! Mas um lobo não é um cão... O lobo tem uma vida própria, uma organização social na alcateia, vive para ela e pretende o seu reconhecimento e notariedade dentro desta. Observando a forma de viver dos lobos poderíamos melhorar, e em muito, a nossa coabitação social. Mas especialmente, deixar de ter medo do "lobo mau"! Definitavamente, o perigo não está nele...

Sérgio
p.s.: não deixem de ler este livro!

2 comentários:

EU disse...

Ora bem, de que lobo mau falas tu ? lol
do que tens em ti ou dos que encontras pela vida? :-)
andamos todos a ler livros mt filosoficos :D
..../....
red ?? red no bom sentido??

Lover disse...

Subscrevo integralmente...não deixem de ler, nem de reler...é de uma sabedoria surpreendente, leio e releio-o desde 2003, depois de o meu Pai me ter enviado, um capítulo por semana por e-mail...o tempo que ele sentia necessário a que eu reflectisse sobre cada "ensinamento" antes de passar ao próximo, aplicado às várias vertentes da minha vida!!!
Boas leituras!!!;) E não tenham medo do "lobo mau"...ele pode ser surpreendentemente ternurento...;)