27 agosto 2007

These Are The Blues!

Um dia destes em Julho, ia para casa ao fim do dia, quando resolvi passar pela Antena 1 (que tenho sempre memorizada nos rádios dos meus carros), e fui surpreendido com um programa, quase em exclusivo, sobre Ella Fitzgerald e o seu magnífico álbum “These are the blues”, que até aquele momento desconhecia.

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Fiquei imediatamente encantado! O som simples, mas de personalidade vincada dos poucos instrumentos que acompanham aquela voz divina, sendo estes dominados pela presença do magnífico Hammond (orgão característico de jazz, cujo som é peculiar pela revibração que gera um som capaz de “girar” em torno dos nossos ouvidos; trata-se de um orgão mecânico alemão, com altifalantes mecãnicos também, ao contrário dos habituais orgãos electrónicos japoneses e italianos; ouvir um orgão destes ao vivo é uma experiência única).

A bateria e o contrabaixo são igualmente elogiáveis, mas sem o mesmo poder de encanto. A voz e a expressividade de Ella tornam este disco algo de extraordinário, que leva a considera-lo imediatamente no TOP 10 da minha colecção. A simplicidade das letras, as melodias e as variações extremas que só aquela voz nos proporciona, fecham um quadro sonoro memorável de uma época com a qual, tanto, o nosso imaginário é capaz de sonhar. A titulo de exemplo ...if you don't like my peaches, why do you shake my tree?... Agora, por favor, sejam perspicazes e nada de interpretações literais!

Escusado será dizer que depois deste impacto incrível, liguei para a minha discoteca preferida (Jo-Jo’s, agora CD-GO, em Cedofeita) e encomendei um exemplar.
Tem sido dos títulos que mais tenho ouvido este Verão e que mais me encantam; mas perfeito, perfeito... era se o tivesse conseguido em vinil!

Sérgio

2 comentários:

CarpeDiemBeHappy disse...

Quando tiver oportunidade vou conhecer esse disco.
Obrigaddo pela recomendação!

Beijinho

Martocas disse...

boa serginho !!

vamos fazer mais um serão a ouvir musica :)

beijinhos enormes